terça-feira, 22 de junho de 2010

Numa esquina, num lugar comum


Parte I - Apresentações
Helena


Ter coisas hoje em dia, faz de você alguém. Isso é, coisas materiais. E é por isso que eu sou ninguém. Como um nomade eu me mudo a todo tempo, seguindo meu pai. Ele tem um trabalho difícil. Pra mim, tem que ser muito frio pra faze-lo, ele não é, mas se sai bem. Demite funcionários, seja qual for a empresa. Contratam, ele chega, demite e sai. Começou o emprego depois que mamãe faleceu, quando eu tinha 12. É por isso, que desde então, já morei em 12 estados do Brasil.


Voltei ao Rio de Janeiro, meu estado de origem. Confesso que não senti muita falta daqui, talvez por eu ser muito novinha na época, talvez por eu nunca ter tido muitos amigos. A verdade é que eu sempre tive medo de amizades porque, definitivamente, eu me conheço e sei que vou chorar bicas se fizer uma amigona, um namorado ou um melhor amigo gay e me mudar dois meses depois.


Eduardo

Amanhã começa a última semana do outono, e tô eu me mudando de colégio. Pra mim isso é uma puta falta de sacanagem, mas a verdade é que eu fui expulso porque briguei. Não quero entrar em detalhes, nem nada, mas eu bati demais e foi isso. Não, eu não sou violento, mas tenho sérios problemas de perder a paciencia fácil demais. O cara me tirou do sério, sinto muito.
A parte chata, é que eu vou esquecer de amigos antigos. A parte boa, é que vão ter gatas novas pra mim. É, a maior parte do meu tempo eu passo procurando alguém pra mim. Isso é idiota, mas as vezes eu olho por aí e TODOS os meus amigos tem alguém. Eu não tenho porque sou conhecido como galinha, coisa que talvez eu seja um pouquinho. Tenho medo de arranjar uma namorada e no dia em que brigarmos, eu ficar chorando igual a um viadinho. As vezes, sou sensível.
Oi, essa foi a primeira parte, é. Pretendo fazer disso uma história, eu acho. Só que sou péssima pra escrever como menino, cara. Não sei mesmo. Alguém se dispõe a ajudar, sério, se canditatem, pf. Obrigada.

Texto para OUAT - 50ª edição

10 comentários:

Luana e Brenda disse...

obrigada pelo follow:)
gostei da história, esperando as próximas edições.

Marcos Lucas disse...

Gostei da história, parece que vai ficar excelente.

ana disse...

que lindo, eu gostei *-* vou ler :D
estou seguindo o blog ;D

~* Bruna Morais disse...

Muito legal mesmo.
Parabéns pelo blog.

Obrigada por comentar no meu blog. (Universo Rosa Shock).
Passe lá sempre que quiser, será sempre bem vinda !!!
Beijos.

http://metamorfoserosashock.blogspot.com/

Thizi disse...

Essa ideia de começar com apresentações foi mais do que brilhante!

Gabe Candido disse...

Eu gostei, acho que vai dar uma história bem legal. Boa sorte.
Gostei daqui, tô seguindo.
Bjs

gabecandido.blogspot.com

Desirée disse...

Ah gostei da história, se quiser te ajuda sim [:
Vou seguir teu blog, bjs

Thizi disse...

A parte mais dificil vc jah vez, mas se precisar de ideias pode pedir, sou otima para criar historias!

Marcos Lucas disse...

Tem um selo para você no meu blog.

;*

Publicidade de Salto disse...

Eu também não costumo escrever assim, mas fiz algo recente no meu blog (http://unsdesvaneios.blogspot.com/) e gostei. É legal pensar como um garoto.
tente parecer natural, como se fosse mesmo um, eu tenho mais amigos homens acho que por isso fica menos complicado.

Boa sorte, depois passo aqui pra conferir!

Beijos,

Gêsa Karla, via http://publicidadesaltoalto.blogspot.com/

www.flickr.com